NOTÍCIAS

Simulado de emergência nas comunidades de Mariana e Barra Longa reuniu mais de 800 moradores

18/11/2016

comunicado-cobertura-simulados

 

 

Mais de 800 moradores de comunidades de Mariana e Barra Longa participaram dos exercícios simulados sobre procedimentos a serem adotados em caso de rompimento de barragens. O simulado aconteceu nos dias 8 e 9 de novembro, foi organizado pela Defesa Civil e contou com o apoio da Samarco e da Fundação Renova.

Os exercícios começaram às 17h nas dez localidades. Ao ouvirem o toque da sirene, os moradores iniciaram o deslocamento para os pontos de encontro previamente definidos e sinalizados em cada comunidade, devidamente acompanhados dos líderes comunitários responsáveis por conferir se todas as pessoas foram evacuadas de suas casas com segurança. Em cada ponto de encontro, equipes multidisciplinares, formadas por membros dos diversos órgãos e entidades que compõem o Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil, aguardavam os moradores para prestar o primeiro atendimento às pessoas, simulando uma situação real.

Ao todo, 58 integrantes fizeram parte das equipes de trabalho em Mariana. Além disso, 33 veículos e uma aeronave do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo da Polícia Militar deram suporte à atividade. Já em Barra Longa, 48 integrantes e 28 veículos, incluindo o helicóptero, foram mobilizados para o treinamento.

A ação é parte do Plano de Ações Emergenciais das Barragens e foi coordenada pela Defesa Civil, com apoio da Samarco e da Fundação Renova. Em Mariana, o simulado aconteceu em Camargos, Ponte do Gama, Paracatu de Baixo, Paracatu de Cima, Pedras, Borba e Campinas, envolvendo uma média de 300 pessoas. Em Barra Longa, aproximadamente 500 pessoas participaram da ação na sede do município e nos distritos de Gesteira e Barretos. O tempo de evacuação e chegada dos moradores nos pontos de encontro variou de 15 minutos a uma hora, tempo suficiente e adequado para que possam se manter seguros em situação real de emergência.

Facebook Twitter Google+