Notícias

Estudo mostra impacto da paralisação da Samarco na economia

28/03/2017

banner-impacto-site-samarco (2)

 

Com as operações paralisadas desde novembro de 2015, a Samarco foi tema de estudo realizado pela Tendências Consultoria Integrada, empresa especializada, contratada pela BHP Billiton, em análises econômicas, financeiras e políticas.

O estudo desenvolvido estima impactos diretos e indiretos da inatividade da Samarco sobre variáveis econômicas relevantes. Entre os resultados, o estudo aponta que cerca de 20 mil empregos podem estar em risco no próximo ano, caso a Samarco não volte a operar nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo em 2017.

Com base nos resultados do estudo as perspectivas são de que, em 2017, cada mês de inatividade represente, em média, R$ 358 milhões em perda de receita. Ao longo de dez anos, o acumulado chegaria a R$ 52,7 bilhões.

Para entender as consequências econômicas e sociais para Espírito Santo e Minas Gerais, acesse aqui o relatório na íntegra e veja abaixo infográfico com alguns números.

 

infografico