Pelotas, Pátio de Estocagem de Ubu - 2014

Pelotas, Pátio de Estocagem de Ubu - 2014

A Samarco e a economia

Contribuição econômica para o País

 

A Samarco desempenha um papel importante na economia brasileira. Em 2015, a Empresa ocupou a posição de 12ª maior exportadora do País, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

 

Receita

 

A receita da Samarco impacta principalmente o PIB de Minas Gerais e Espírito Santo. Em algumas localidades, os impostos gerados diretamente pelas atividades da Samarco são vitais para a economia local dos municípios. Confira os números abaixo:

 

infografico-1
A receita da Samarco equivale a 1,5% do PIB de Minas Gerais e 6,4% do PIB de Espírito Santo.
infografico-2
Os impostos gerados diretamente pelas atividades da Samarco correspondem a: 54% da receita de Mariana (MG), 35% da receita de Ouro Preto (MG) e 50% da receita de Anchieta (ES).
infografico-3
32 milhões em impostos foram pagos pela Samarco aos municípios de influência direta no Espírito Santo, em 2014. Outros R$ 50 milhões foram destinados aos municípios de influência direta em Minas, no mesmo ano.*Dados de 2014.

Exportações

 

Em 2015, as exportações da Samarco representaram 1% do total exportado pelo Brasil. Sem as exportações da mineradora, o déficit da balança comercial brasileira teria triplicado no ano. Veja mais alguns dados:


R$ 191
milhões
Receita Samarco com exportações em 2015

R$ 1,9
milhão
Presença da Samarco nas exportações brasileiras
1%
Presença da Samarco nas exportações brasileiras
10%
Equivalência da Samarco no saldo da balança comercial

Fontes: MDIC, IBGE (2013), SEFAZ-MG, SEFAZ-ES (IPVA+ICMS+ITCD), Agência Brasil e Samarco.

Impactos na economia da inatividade da Samarco

 

Um estudo foi desenvolvido pela Tendências Consultoria Integrada e estima impactos diretos e indiretos da inatividade da Samarco sobre variáveis econômicas relevantes. Entre os resultados, o estudo aponta que cerca de 20 mil empregos podem estar em risco no próximo ano, caso a Samarco não volte a operar nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo em 2017.

Para entender as consequências econômicas e sociais para Espírito Santo e Minas Gerais, acesse aqui o relatório de resultados do estudo feito pela Tendências.