acoes-executadas

Bento Rodrigues - 2016

Ações Emergenciais

Com o apoio da BHP e da Vale, a Samarco se mobilizou, desde o rompimento da barragem de Fundão, para prestar assistência às comunidades impactadas, para reinstalar a população desabrigada, apoiar a busca por desaparecidos e prestar esclarecimentos às autoridades e ao poder público. A Samarco reconhece sua obrigação legal e moral de mitigar, compensar e remediar os impactos gerados à população mineira e à capixaba.

Realocação daqueles que perderam seus lares, distribuição de água potável e mineral, resgate de animais, atendimento psicossocial e restabelecimento de acessos danificados, entre outros, foram as frentes de trabalho da ação emergencial. As ações emergenciais foram realizadas até a data em que a Fundação Renova assumiu a gestão dos programas de reparação, em agosto de 2016.

Diversos órgãos, como Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Ibama, Iema e os governos mineiro e capixaba acompanharam essas medidas. Veja, abaixo, um livro que relata tudo aquilo que, desde o momento em que a barragem de Fundão se rompeu foi feito pela Samarco para reparar os danos provocados. Acesse e saiba mais:

Você também pode fazer o download do livro clicando aqui.

Com a assinatura do Termo de Transação e de Ajustamento de Conduta (TTAC) entre a Samarco e seus acionistas e os governos federal e estaduais de Minas Gerais e Espírito Santo, as ações emergenciais estão sendo mantidas e expandidas, como parte dos planos de recuperação socioeconômica e socioambiental em execução pela Fundação Renova. os dados dos programas socioambientais e socioeconômicos executados pela Fundação Renova devem ser acessados no relato de atividades da entidade ou no site www.fundacaorenova.org.

Veja abaixo a linha do tempo das ações emergenciais conduzidas pela Samarco.

Filtros