Notícias

Apoio financeiro aos pescadores e ribeirinhos

11/12/2015

samarco_9151-600x400

A Samarco começou a distribuição de cartões de débito para os pescadores e ribeirinhos que tiveram a subsistência impactada pelo acidente em Mariana. Esse é o primeiro passo previsto pelo Plano de Atenção Social aos Pescadores e Ribeirinhos, elaborado em parceria com o Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e Ministério Público do Trabalho, com os quais a empresa assinou um Termo de Compromisso Socioambiental Preliminar.

Os cartões foram entregues no dia 10 de dezembro, em Resplendor (MG) e Colatina (ES), durante reuniões com os líderes de oito associações e colônias que representam os pescadores do Vale do Rio Doce. O plano vai atender trabalhadores de 37 municípios, ao longo de 600 quilômetros do Rio Doce, que estão impedidos de exercer suas atividades laborais no rio.

O subsídio é uma medida emergencial e contempla o pagamento mensal de um salário mínimo por trabalhador ribeirinho, mais um adicional de 20% do salário para cada um de seus dependentes e o valor de uma cesta básica (referência DIEESE).

A previsão é que até o término de fevereiro de 2016, todos os trabalhadores contemplados pelo Plano recebam o auxílio.

Como funciona o cartão
O auxílio financeiro para os pescadores e ribeirinhos será disponibilizado por meio de um cartão de débito, que pode ser utilizado em compras em estabelecimentos credenciados, saques em caixa eletrônico 24 horas e transferência imediata dos valores creditados para outra conta bancária em nome do beneficiário.

O crédito será feito no 5° dia útil de cada mês. Exceto o primeiro, que dependerá da data de confecção do cartão. O valor a ser creditado é retroativo a 5 de novembro de 2015.