Contraste
Acessibilidades Acessibilidade
1 Conteúdo
2 Menu
3 Rodapé

Sobre

Somos uma mineradora brasileira e possuímos uma cadeia produtiva integrada em Minas Gerais e no Espírito Santo. Nosso principal produto são as pelotas de minério de ferro, matéria-prima para produção de aço pela indústria siderúrgica.

Veja mais

Fornecedores

Nossos fornecedores contribuem diretamente com a nossa jornada rumo a uma mineração diferente ao agregar valor às nossas operações. Conheça o compromisso da Samarco com os fornecedores envolvidos na nossa cadeia de valor.

Veja mais

Imprensa

Jornalista, aqui você encontra todas as publicações relacionadas à Samarco. Entre em contato conosco para outras informações.

Veja mais

Contato

O Fale Conosco é um canal de atendimento mais próximo das comunidades. Você pode enviar dúvidas, fazer sugestões, reclamações ou elogios.

Veja mais

Estruturas Geotécnicas

shape shape

Compromisso com a segurança

Retomamos as nossas operações sem a utilização de barragens para armazenamento de rejeitos.
Assim, reforçamos o nosso compromisso em fazer uma mineração diferente e sustentável.

A nossa prioridade é melhorar continuamente nossos procedimentos de segurança e gestão de riscos e fortalecer nosso compromisso com a sociedade.

Para manter o diálogo e a transparência sobre nossas barragens, estamos disponíveis 24h por dia, todos os dias da semana, para atender qualquer solicitação. Entre em contato conosco através do número 0800 033 8485.

Aqui, neste espaço, você encontra as principais iniciativas para gestão e monitoramento de nossas estruturas geotécnicas.

O que são Estruturas Geotécnicas?

As estruturas geotécnicas são construções como barragens, diques, empilhamentos drenados, cavas, pilhas para a disposição de rejeito, estéril e taludes industriais.

A Samarco possui uma política e um manual que abordam uma visão abrangente sobre a gestão e governança das estruturas geotécnicas, considerando todo o ciclo de vida das estruturas.

shape shape

Conheça alguns tipos de estruturas geotécnicas que utilizamos em nossas operações

ícone ilustrando uma barragem

Barragem

Barragens são estruturas que tem por objetivo armazenar líquidos, sólidos ou uma mistura de líquidos e sólidos. Na Samarco, as barragens são utilizadas para contenção de sedimentos, o que chamamos de diques, e armazenamento de água. As barragens para armazenamento de rejeitos não fazem mais parte do nosso processo produtivo.

Nossas barragens de rejeito alteadas a

A barragem a montante é construída com apoio sobre o próprio rejeito quando a estrutura precisa ser ampliada.
montante
estão desativadas e passando pelo processo de descaracterização.



ícone ilustrando uma barragem

Descaracterização de barragens

Para priorizar a segurança das estruturas geotécnicas, do meio ambiente e das comunidades que nos recebem , a Samarco está realizando o processo de descaracterização de barragens de rejeitos alteadas a montante.

Nossas obras de descaracterização, iniciadas antes mesmo de serem exigidas em
A resolução da SEMAD/FEAM nº 2.784, de 21 de março 2019. determina a descaracterização de todas as estruturas alteadas pelo método a montante em Minas Gerais.
legislação ,
consistem em um conjunto de ações que visam garantir a estabilidade de longo prazo das estruturas. Após a conclusão das intervenções para a descaracterização, a área será revegetada e as estruturas continuarão sendo monitoradas. Por meio de estudos posteriores, serão elencadas opções para definição do uso futuro dos espaços disponíveis.
Na Samarco, temos duas estruturas em descaracterização, a
Apesar de ter o nome de cava, hoje, a Cava de Germano é entendida como barragem. A estrutura nasceu como cava de extração de minério. Porém, com o passar do tempo e de sua utilização, adquiriu características de uma barragem, como, por exemplo, o empilhamento drenado de rejeitos arenosos alteada a montante.
Cava do Germano
e a Barragem de Germano.

Meio ambiente

A Samarco conta com um robusto sistema de gestão ambiental e realiza o monitoramento hídrico e atmosférico de toda a operação. Diariamente são realizadas inspeções ambientais em todos os projetos que estão em desenvolvimento na Samarco. A área da Barragem de Germano, possui nove pontos da Rede Automática de Monitoramento de Partículas (Ramp) para monitorar a qualidade do ar. Além do monitoramento de todo o corpo hídrico que é realizado 24 horas, sete dias por semana.

Saiba mais sobre a gestão ambiental da Samarco Aqui


Nosso projeto em números

ícone uma mão segurando notas de dinheiro

R$ 3,0 bilhões

é o investimento previsto para o projeto de descaracterização

ícone uma pessoa

2,5 mil

trabalhadores envolvidos no projeto ao longo de 2021

ícone uma relógio

3 milhões

de horas trabalhadas nas obras até dezembro de 2021

imagem de um livro aberto

Em fevereiro de 2022, assinamos o Termo de Compromisso com o Governo de Minas, por meio da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e o Ministério Público Federal (MPF), com interveniência da Agência Nacional de Mineração (ANM). O Termo tem como objetivo garantir que as intervenções sejam concluídas em um prazo adequado, que não comprometa a estabilidade das estruturas, ao longo de toda a obra, reforçando nosso compromisso absoluto com a segurança das pessoas, comunidades e meio ambiente.

Veja aqui o relatório trimestral do andamento das obras de descaracterização das barragens:

Relatório de desempenho trimestral – 1º trimestre/22
Relatório de desempenho trimestral – 2º trimestre/22
Relatório de desempenho trimestral – 3º trimestre/22
ícone ilustrando o processo de cava

Cava

A cava é um espaço confinado já existente, contida por terreno natural que já foi utilizada para a operação de mina. Atualmente, é utilizada como uma opção para a disposição do nosso rejeito lama, que corresponde a 20% do rejeito total gerado.



Quais são seus benefícios?

A contenção de rejeitos em cavas confinadas representa menores impactos ambientais, uma vez que utiliza uma estrutura totalmente escavada em terreno natural e contida por um terreno rochoso.

ícone ilustrando o processod e pilha de disposição

Pilha de Disposição de Estéril e Rejeito

A pilha para disposição de estéril e rejeito é a solução para disposição de rejeitos arenosos adotada pela Samarco. Nesse método, ocorre a filtragem do rejeito arenoso, que corresponde a 80% do total do rejeito gerado, e a separação da água e da areia. Após esse processo, ocorre o empilhamento a seco do material sólido restante. A água filtrada dos resíduos é recirculada, enquanto a areia é retida e empilhada a seco.

A planta de filtragem da Samarco foi construída em 2020 com o objetivo de filtrar o rejeito arenoso.



Quais são seus benefícios?

A pilha de rejeitos estéril e rejeito é um método sustentável e seguro, já que busca a recuperação máxima da água para recirculação do líquido. Além disto, garante maior estabilidade da estrutura uma vez que o material é disposto na pilha a seco sem a água e com métodos e controle de compactação do rejeito.

Plano de fechamento das Estruturas Geotécnicas

O plano de fechamento das nossas estruturas geotécnicas, consiste em um conjunto de dados e estudos que avaliam como será feita a desativação futura da estrutura após o término da sua utilização, levando em conta os aspectos estruturais, ambientais e sociais. Ele é elaborado por uma equipe dedicada ao tema em parceria com uma consultoria especializada.

Ao longo do desenvolvimento dos projetos e da operação das estruturas, os estudos de fechamento evoluem para uma proposta mais detalhada e executiva mais próximo do período do fechamento, bem como para as análises de alternativas de uso futuro que são avaliadas para as áreas, como por exemplo, a recuperação e reintegração ao ambiente

Também como resultado do plano de fechamento, é feita uma estimativa dos custos necessários para o fechamento das estruturas, e a Samarco faz uma provisão anual desta verba para garantir os recursos necessários ao fechamento.

Caminho do rejeito

O rejeito é o material que não é utilizado no processo de beneficiamento de minério, processo de tratamento que visa a melhorar as propriedades químicas e físicas de um minério. Ele é composto por minério de ferro, areia e água, e não é tóxico, corrosivo ou inflamável.

Acompanhe o caminho do rejeito neste vídeo.

Veja, ao lado, o caminho percorrido pelo br rejeito em nosso processo de mineração.

Nossas estruturas

Conheça as nossas estruturas de disposição de rejeito

Barragem
de Germano

Complexo Germano – Mariana/MG

(Desativada - Em descaracterização)

Cava do
Germano

Complexo Germano – Mariana/MG

(Desativada - Em descaracterização)

PDER Alegria
Sul

Complexo Germano – Mariana/MG

(Em operação)

Sistema de
Disposição de
Rejeito Alegria Sul

Complexo Germano – Mariana/MG

(Em operação)
ícone ilustrando um escudo

Segurança das estruturas

A segurança é o valor inegociável da Samarco.

Temos nos dedicado à gestão ampla e eficiente de riscos e à promoção de um ambiente de trabalho cada vez mais seguro e saudável para os nossos empregados. Nos comprometemos em fazer uma gestão das estruturas geotécnicas de maneira segura, transparente, responsável e ética.

Fortalecemos o nosso Sistema Integrado de Segurança, investindo em engenharia robusta e tecnologia de ponta, como o Centro de Monitoramento e Inspeção (CMI).

ícone ilustrando um escudo
ícone ilustrando bolinhas na cor azul

Centro de Monitoramento e Inspeção (CMI)

O CMI tem como objetivo monitorar nossas estruturas geotécnicas 24 horas por dia, sete dias por semana. O centro conta com mais de 1.600 equipamentos de última geração, que transmitem os dados em tempo real para uma equipe especializada, formada por técnicos e engenheiros especialistas. Além das inspeções periódicas em campo.

Conheça alguns dos equipamentos do CMI

Satélites (InSAR)

Permitem a detecção de movimentações em áreas extensas.

Drones

Auxiliam nas inspeções em áreas de difícil acesso.

Piezômetros

Monitoram o nível de pressão interna das estruturas.

Inclinômetros

Medem deformações e deslocamentos horizontais abaixo do solo.

Acelerômetros

Monitoram vibrações no solo.

Estação Robótica

Identifica com precisão deslocamentos horizontais e verticais.

Estação Meteorológica

Monitora as condições climáticas.

Medidores de vazão

Controlam o volume de água na saída das estruturas.

Radares

Identificam variações mínimas de deslocamentos nas superfícies das estruturas.

O compromisso para a gestão segura de barragens e estruturas geotécnicas, por meio do controle e redução de todos os riscos envolvidos de forma sustentável, incluindo os ambientais e sociais, faz parte da nossa Política de Segurança de Barragens e Estruturas Geotécnicas.

Clique aqui para ler o documento na íntegra

Por que um centro de monitoramento e inspeções geotécnicas?

  • Para ter uma inspeção visual sistemática
  • Para garantir o monitoramento da instrumentação automática e manual
  • Para fazer detecção de possíveis falhas
  • Para realizar análise prévia da performance das estruturas
  • Para controlar a qualidade da informação
  • Parar acionar o Sistema de Alerta e Emergência

No nosso CMI, também controlamos as sirenes do Sistema de Alerta de Emergência instaladas desde a área das barragens na Samarco até Barra Longa.

Junto com os simulados elas integram o Sistema de Alerta de Emergência orientado por normas e procedimentos que compõem nosso Plano de Ações de Barragens de Mineração (PAEBM).

Anualmente, a coordenadorias de defesas civis de Mariana, Matipó e estadual realizam simulados de emergência, com o apoio da Samarco.

A participação neste tipo de exercício é muito importante para que as comunidades e os agentes públicos municipais sejam treinados sobre como proceder em uma situação de emergência.

Além dos simulados, também são realizados os seminários orientativos em que cada comunidade conhece previamente a mancha de inundação, as placas de rota de fuga e ponto encontro.

imagem de um mapa

O que é uma mancha de inundação?

Quando falamos de barragens, para estimar a extensão do impacto que cada estrutura causará caso haja o rompimento, é necessário fazer um estudo de dam break definindo a provável mancha de inundação a jusante da estrutura. Este estudo é realizado considerando o pior cenário possível e tem como objetivo dar clareza para a empresa e para as comunidades envolvidas sobre os impactos caso uma situação como esta aconteça. O estudo é realizado por empresa especialista e é auditado pelos órgãos fiscalizadores.

A Samarco monitora e acompanha todas as suas estruturas, 24 horas por dia, 7 dias por semana com equipamentos de alta precisão e tecnologia.

Comunidades que estão na ZAS (Zona de Auto Salvamento)

A Zona de Autossalvamento (ZAS) é uma região próxima a uma barragem em que se considera não haver tempo suficiente para uma intervenção das autoridades competentes, caso haja uma emergência com alguma estrutura. Desta forma, todos os moradores precisam conhecer a rota de fuga e o ponto de encontro mais próximo, para realizar o autossalvamento. São realizados exercícios simulados e reuniões periódicas com os moradores, organizados pela Defesa Civil e em parceria com a Samarco.

Todos os locais estão sinalizados com as placas de rota de fuga e ponto de encontro e possuem sistema de alerta e emergência (sirenes).

De olho nos nossos simulados

Vídeo Simulado 2019

Como agir em uma situação de emergência

*Não foram realizados simulados nos anos de 2020 e 2021 devido a pandemia.

Confira mais informações sobre segurança

Placas

Rota de fuga

Essa placa tem como objetivo indicar a rota de evacuação em caso de emergências, mostrando o caminho para a saída do local.

Ponto de encontro

A placa indica um local de encontro pré-determinado, seguro e protegido de riscos, em caso de emergências.

Escute a sirene

sirene

Contato dos órgãos de resposta

sirene

Polícia Militar

190
sirene

Defesa Civil

199
sirene

Corpo de Bombeiros Militar

193
sirene

Samu

192

Planos de ação para emergência (PAE's)

Conheça os nossos Planos de Ação para Emergência para cada uma de nossas estruturas e quais são as rotas de fuga de cada uma das comunidades que estão na nossa Zona de Autossalvamento.

Data da última atualização: novembro/2022

Barragem de Germano

Edificações e pessoas impactadas na ZAS

Número de edificações e pessoas concernidas na mancha de inundação na ZAS:

  • Município
  • Distrito
  • Edificações
  • Pessoas
  • Mariana
  • Bento Rodrigues
  • 20
  • 0
  • Mariana
  • Camargos
  • 16
  • 13
  • Mariana
  • Ponte do Gama
  • 10
  • 13
  • Total
  • 46
  • 26

Destaca-se que a inexistência de pessoas afetadas no distrito de Bento Rodrigues deve-se à evacuação completa deste distrito.

PDF Mancha de Inundação (KMZ)

Cava do Germano

Edificações e pessoas impactadas na ZAS:

Número de edificações e pessoas concernidas na mancha de inundação na ZAS:

  • Município
  • Distrito
  • Edificações
  • Pessoas
  • Mariana
  • Bento Rodrigues
  • 20
  • 0
  • Mariana
  • Camargos
  • 22
  • 35
  • Mariana
  • Ponte do Gama
  • 10
  • 13
  • Total
  • 52
  • 48

Destaca-se que a inexistência de pessoas afetadas no distrito de Bento Rodrigues deve-se à evacuação completa deste distrito.

PDF Mancha de Inundação (KMZ)

Barragem Eixo 1

Edificações e pessoas impactadas na ZAS:

Número de edificações e pessoas concernidas na mancha de inundação na ZAS:

  • Município
  • Distrito
  • Edificações
  • Pessoas
  • Mariana
  • Bento Rodrigues
  • 1
  • 0
  • Mariana
  • Ponte do Gama
  • 4
  • 1
  • Total
  • 5
  • 1

Destaca-se que a inexistência de pessoas afetadas no distrito de Bento Rodrigues deve-se à evacuação completa deste distrito.

PDF Mancha de Inundação (KMZ)

Nova Barragem Santarém

Edificações e pessoas impactadas na ZAS:

Número de edificações e pessoas concernidas na mancha de inundação na ZAS:

  • Município
  • Distrito
  • Edificações
  • Pessoas
  • Mariana
  • Bento Rodrigues
  • 1
  • 0
  • Total
  • 3
  • 1

Destaca-se que a inexistência de pessoas afetadas no distrito de Bento Rodrigues deve-se bevacuação completa deste distrito.

PDF Mancha de Inundação (KMZ)

Dique S3

Edificações e pessoas impactadas na ZAS:

Número de edificações e pessoas concernidas na mancha de inundação na ZAS:

A caracterização socioeconômica de domicílios e estabelecimentos inseridos na Zona de Autossalvamento (ZAS) do Dique S3 , incluindo o distrito de Camargos e o povoado de Ponte do Gama , foi realizada pela empresa Expressão Socioambiental (2022). A ZAS desta estrutura não impacta edificações e pessoas fora do complexo de Germano. Apesar de não haver nenhuma estrutura com número fixo de pessoas , devido às obras e / ou trânsito , pelo complexo o número de colaboradores afetados é variável . Portanto , adotou - se , com postura conservadora , os valores identificados no último Simulado Interno de Emergência de 2021 , totalizando 8 colaboradores . Destaca - se que a inexistência de pessoas afetadas no distrito de Bento Rodrigues deve - se à evacuação completa deste distrito

Dique S4

Edificações e pessoas impactadas na ZAS:

Número de edificações e pessoas concernidas na mancha de inundação na ZAS:

A caracterização socioeconômica de domicÍlios e estabelecimentos inseridos na Zona de Autossalvamento (ZAS) do Dique S3, incluindo o distrito de Camargos e o povoado de Ponte do Gama, foi realizada pela empresa Expressão Socioambiental (2022).

A ZAS desta estrutura não impacta edificações e pessoas fora do complexo de Germano. Apesar de não haver nenhuma estrutura com número fixo de pessoas, devido às obras e/ou trânsito, pelo complexo o número de colaboradores afetados é variável. Portanto, adotou-se, com postura conservadora, os valores identificados no último Simulado Interno de Emergência de 2021, totalizando 8 colaboradores.

Destaca-se que a inexistência de pessoas afetadas no distrito de Bento Rodrigues deve-se à evacuação completa deste distrito.

Novo Dique dos Macacos

A ZAS desta estrutura não impacta edificações e pessoas fora do complexo de Germano.

Dique B2

A ZAS desta estrutura não impacta edificações e pessoas fora do complexo de Germano.

Não se aplica pois não há moradias/edificações na mancha de inundação.

Dique B3

A ZAS desta estrutura não impacta edificações e pessoas fora do complexo de Germano.

Não se aplica pois não há moradias/edificações na mancha de inundação.

Barragem EBII (Matipó)

Número de edificações e pessoas concernidas na mancha de inundação na ZAS:

  • Município
  • Distrito
  • Edificações
  • Pessoas
  • Matipó
  • Padre fialho
  • 50
  • 131
  • Total
  • 50
  • 131

Conheça o PROX

O PROX é um canal de comunicação direta entre a população e os órgãos de proteção e defesa, como Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar. Nele, é possível acompanhar informações sobre áreas de risco, pontos de evacuação e acesso aos procedimentos de autoproteção. Baixe o aplicativo gratuitamente e contribua com a multiplicação da segurança!

Transparência

Queremos compartilhar com transparência todos os nossos resultados com você.

Veja o nosso farol mensal de acompanhamento das nossas estruturas. No campo “comentário”, você poderá entender o resultado de cada estrutura.

Clique aqui para visualizar

Nossas auditorias

Nossas atividades passam por inspeção periódicas e análises de consultorias externas e especialistas, a fim de oferecer mais transparência a todos.

Atualmente, todas as estruturas geotécnicas estão reguladas e com a Declaração de Condição de Estabilidade (DCE) em dia.

Confira o cronograma das auditorias realizadas e previstas para 2023.

icone de bolinhas coloridas

Relatórios

A Lei Estadual 23.291 de 2019 determina, em seu artigo 14, inc. VII, que seja disponibilizado pelo empreendedor em site eletrônico com livre acesso ao público os seguintes dados:

a) Informações detalhadas sobre empresas terceirizadas a que se refere o §1 do art. 6º;

b) Resultados das análises e dos acompanhamentos do grau de umidade e do nível da barragem, com respectiva ART.

Relatório Site Samarco – Complexo barragens Germano

Relatório Site Samarco – Barragem EBII;



c) Análise semestral da água e da poeira dos rejeitos, com a respectiva ART.

Perguntas frequentes

A Samarco utiliza barragem para depositar o rejeito gerado nas atividades minerárias?

Não. A Samarco retomou as suas operações, em dezembro de 2020, focada na segurança e sem a utilização de barragens de rejeitos, e após a implantação de um novo sistema de disposição composto por cava confinada e sistema de filtragem para empilhamento a seco.

O sistema de filtragem permite desaguar o rejeito arenoso, que representa 80% do rejeito total gerado, para posterior empilhamento a seco. Os demais 20% restantes, que representam a lama, são contidos na Cava Alegria Sul, um espaço rochoso, confinado e mais seguro. A água utilizada no sistema de filtragem é recirculada.

As estruturas geotécnicas da empresa estão estáveis? Possuem laudo de estabilidade?

Sim. Todas as estruturas geotécnicas estão estáveis e são monitoradas 24 horas por dia, sete dias por semana, por meio do Centro de Monitoramento e Inspeção (CMI), que conta com mais de 1.600 equipamentos de última geração e equipes de técnicos para inspeção em campo. Como parte do nosso compromisso com a transparência, somos auditados por terceiros e todas as estruturas geotécnicas em nossas unidades operacionais possuem laudo de estabilidade de acordo com as normas internacionais, incluindo as estruturas que compreendem a Cava do Germano e a Barragem de Germano e as estruturas auxiliares de Sela, Tulipa e Selinha.

Os laudos de estabilidade são atestados por uma auditoria independente e encaminhados para a Agência Nacional de Mineração (ANM) e Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) de Minas Gerais. Atualmente, as estruturas da Samarco são acompanhadas pelo Ministério Público e por um Comitê Independente Internacional.

A empresa possui Sistema de Emergência?

Sim. A Samarco possui implantado um Sistema de Alerta e Emergência (SAE) orientado pelas normas e procedimentos que compõem o Plano de Ações Emergenciais de Barragens de Mineração (PAEBM), com sirenes instaladas e testadas mensalmente, fortalecendo a cultura de segurança e prevenção nas comunidades.

A empresa realiza simulados de emergência?

A Samarco realiza simulados internos periodicamente, para preparar seus empregados e empregadas, contratados e contratadas, para agir em qualquer situação de emergência. Além disso, a empresa apoia simulados envolvendo as comunidades a jusante da unidade de Germano, localizadas nas Zonas de Autossalvamento (ZAS) e Zonas de Segurança Secundária (ZSS). Nesse caso, de acordo com a legislação, os simulados são coordenados pelas Defesas Civis municipais e a empresa apoio com o fornecimento de toda a infraestrutura.

Em que situações as sirenes de emergência precisam ser acionadas?

A Samarco segue as determinações da Agência Nacional de Mineração (ANM). O acionamento de sirene ocorre apenas se for detectado o risco e após a verificação diária dos dados da instrumentação, de instrumentos online e radar 24 horas por dia, verificação e interpretação de toda a instrumentação monitorados pelo CMI e inspeções.

Atualmente, em cumprimento à legislação, a barragem e cava do Germano estão em processo de descaracterização. Como funciona o monitoramento dessas estruturas?

A barragem e a cava do Germano, bem como as demais estruturas geotécnicas da empresa são monitoradas 24 horas por dia, sete dias por semana, pelo Sistema Integrado de Segurança, que inclui o Centro de Monitoramento e Inspeção (CMI). As estruturas encontram-se estáveis e possuem Declarações de Condição de Estabilidade (DCE) – documentos que atestam o atendimento aos requisitos de segurança, de acordo com as normas brasileiras e internacionais.  

Em fevereiro de 2022, a Samarco assinou o Termo de Compromisso com o Governo de Minas, por meio da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e o Ministério Público Federal (MPF), e interveniência da Agência Nacional de Mineração (ANM), para descaracterização da barragem e cava do Germano, reforçando seu compromisso com a segurança das pessoas e do meio ambiente e continuidade do projeto de descaracterização de suas duas barragens a montante.

As obras de descaracterização, iniciadas antes mesmo da lei de 2019, seguem em estágio avançado e são acompanhadas mensalmente pelo Ministério Público de Minas Gerais por meio de auditoria independente especializada, atendendo às normas estaduais e federais vigentes.

Ao final do processo de descaracterização e reintegração ao meio ambiente, as estruturas serão monitoradas?

As estruturas que encontram-se em descaracterização (Cava do Germano e Barragem do Germano) serão monitoradas ao final deste processo seguindo-se as diretrizes e exigências na legislação e no projeto de engenharia.